Áreas de Atuação

Formação

 

A Área de Formação atua junto dos Estudantes de Medicina no sentido de promover a sua formação e capacitação para várias temáticas, de modo a complementar o currículo das diferentes escolas médicas e promover a intervenção ativa junto da comunidade, desenvolvendo assim trabalho para que os futuros médicos pertençam a uma geração ainda mais capaz.

Neste sentido, implementamos atividades como os Estágios Nacionais (CEMEFs, CECEFs e VNFs) que são um complemento da componente prática da formação dos estudantes de Medicina; o CNEM, um congresso desenhado para os estudantes de Medicina portugueses onde a Saúde é abordada de uma forma multidisciplinar e abrangente; o Educação Para Todos, um projeto onde os estudantes têm a oportunidade de intervir na comunidade, aumentando a literacia em Saúde da sociedade; o Training4All, com uma componente internacional que prende formar trainees de todo mundo para as diferentes áreas de intervenção da ANEM; o MedSCOOP, que capacita os (futuros) dirigentes associativos de modo a garantir a sustentabilidade e renovação da Federação bem como dos seus associados, e por fim o PNENF, um programa de Educação Não Formal, onde é criada uma rede nacional de capacitação de estudantes.

No âmbito dos novos estatutos da ANEM, a Área de Formação rege-se agora por  Programas Nacionais, aprovados em Assembleia Geral, encontrando-se vigentes os Programas Nacionais de Educação por Pares, Educação Não Formal , Formação Transversal e  Estágios Nacionais .

 

 

 Programa Nacional de Educação por Pares

 

Educação-por-pares em Saúde define-se como o processo de partilhar informação relacionada com a Saúde entre membros de uma determinada comunidade, no sentido de adquirirem novos conhecimentos e competências e apoiarem os seus pares na tomada de decisões mais informadas em saúde.

A Educação Por Pares no contexto universitário, em particular na área da medicina, concentra em si inúmeras vantagens: abordagem mais efetiva e com maior efeito na mudança comportamental, modelo mais rentável e benefícios comprovados também para o Educador. A prevenção é, de facto, a componente essencial para a capacitação dos futuros líderes, em ambas as dimensões pessoal e profissional. Assim, a ANEM deverá comprometer-se a investir nesta área, numa perspetiva faseada de capacitação dos seus estudantes com vista a uma intervenção comunitária sólida, continuada e efetiva. 

Consulta AQUI o Plano Nacional na íntegra

 

PROGRAMA NACIONAL PRINCIPAL DAS ATIVIDADES

  • Educação Para Todos

 

  • SCORA X-Change 

 

  • Staying Alive

 

  • Medicina Mais Perto: Ilhas  - AEFML

Evento a decorrer de 12 a 19 de março, que tem em 2017 como público alvo a população das ilhas de S.Miguel e Terceira, e de modo particular adolescentes do 3ºciclo do EB e Ensino Secundário e idosos de Centros de Dia/Lares. O principal objetico desta atividade é contribuir para a alteração de mentalidades no âmbito da Saúde Pública e da Saúde Reprodutiva e  promover boas práticas de saúde através da educação, da sensibilização e do aconselhamento. A interação estabelece-se também interpares, contribuindo para a aquisição e desenvolvimento de competências técnicas e de comunicação dos estudantes de Medicina. Atendendo à sua vertente no âmbito da Saúde Reprodutiva, enquadra-se igualmente no Programa Nacional de Orientação Sexual e Identidade de Género e no Programa Nacional de VIH, enquanto programas secundário. Sabe mais

 

  • És Mais - AEFML

Atividade de carácter contínuo, dirigido a jovens de bairros sociais carenciados de Lisboa. Incutir valores como a solidariedade, confiança, ética, diálogo, responsabilidade social, multiculturalidade, integração social, incluindo os que devem vigorar nas relações, como o respeito, a compreensão, o valor da vida são os principais objetivos deste projeto. Há ainda uma forte componente de incentivo à formação e aprendizegem e à proatividade na procura de emprego, valorizando assim o capital humano da comunidade. São realizadas tertúlias, palestras e atividades lúdicas, que resultam no interesse e aquisição de competências extracurriculares. Sabe mais

 

  • Projeto Boomerang - AEFML

Evento a decorrer de 20-31 de março, que visa contribuir para a alteração da mentalidade nos jovens do 3ºciclo do EB e Ensino Secundário, no âmbito da Saúde Pública e da Saúde Reprodutiva, promovendo boas práticas de saúde através da educação, sensibilização e correto aconselhamento dos mesmos. Promove-se igualmente a educação interpares dos estudantes de Medicina com outros profissionais de saúde, contribuindo para a aquisição e desenvolvimento de competências técnicas e de comunicação, e a interação com a comunidade em que se inserem. Sabe mais

 

  • Projeto BONSAI - AEFML

Evento a decorrer de junho a fevereiro, que visa contribuir para a alteração de mentalidades nos jovens de 8º e 9º anos do EB das zonas mais desfavorecidas de Lisboa, no âmbito da Saúde Pública e Saúde Sexual, promovendo boas práticas através da educação, sensibilização e correto aconselhamento. Promove-se igualmente o contacto dos estudantes da FMUL com a comunidade em que se inserem, contribuindo assim para o desenvolvimento de competências técnicas e de comunicação. Atendendo à sua vertente no âmbito da Saúde Reprodutiva, enquadra-se igualmente no Programa Nacional de Orientação Sexual e Identidade de Género, no Programa Nacional de VIH e no Programa Nacional Contra a Violência nas Relações, enquanto programas secundário. Sabe mais

 

 

PROGRAMA NACIONAL SECUNDÁRIO DAS ATIVIDADES

Programa Nacional de Educação Não Formal-PNENF (ANEM), Med on Tour (ANEM)

 

 

 

Programa Nacional de Educação Não Formal

 

A União Europeia, no seu documento de 2001, A Memorandum on Lifelong Learning define Educação Não Formal (non formal leraning) como learning that is not provided by an education or training institution and typically does not lead to certification.  It is, however, structured (in terms of learning objectives, learning time or learning support).  Non-formal learning is intentional from the learner’s perspective.

Diferentes entidades dedicam-se ao aprofundamento conceptual e prático da educação não formal conduzindo ao seu crescimento nos últimos anos, considerando-se hoje um processo educacional que promove o desenvolvimento de capacidades, características e valores de jovens, através de uma estrutura de educação que não segue os padrões de educação formal, ou seja, um professor, uma sala de aprendizagem e um currículo fixo. Estas competências – também designadas por soft skills – incluem capacidades de ligação interpessoal, gestão e trabalho em equipa, multiculturalidade, gestão de conflitos, liderança, planeamento, gestão de projetos, liderança pessoal, comunicação, entre muitos outros. 

Consulta AQUI  o Plano Nacional na íntegra

 

PROGRAMA NACIONAL PRINCIPAL DAS ATIVIDADES

  • Programa Nacional de Educação Não Formal (PNENF)

 

 PROGRAMA NACIONAL SECUNDÁRIO DAS ATIVIDADES

 Educação para Todos (ANEM), T4all (ANEM)

 

 

 Formação Tranversal

 

Num mundo atual onde a multidisciplinaridade, a especialização e a necessidade de informação e formação são essenciais à prática clínica, o currículo médico torna-se demasiado limitado para conseguir dar resposta a estas necessidades. Esta limitação pode advir tanto da limitação física inerente ao tempo existente para lecionar como da inadequação e desatualização dos currículos nas Escolas Médicas.

Nesse sentido, este programa vem colmatar a ação do currículo médico na formação médica pré-graduada. 

Consulta AQUI  o Plano Nacional na íntegra

 

PROGRAMA NACIONAL PRINCIPAL DAS ATIVIDADES

  • Congresso Nacional de Estudantes de Medicina (CNEM)

 

  • T4all (ANEM)

 

  • X Workshop de Suturas - AEFML

 

  • Practical Essentials - AEFML

Evento a decorrer em maio, sujos objetivos passam por complementar a aprendizagem dos alunos numa vertente mais prática, aprofundando determinados temas do seu interesse, noemadamente treino de gestos práticos em modelos médicos. Assim, visa-se fornecer informação e experiência útil para uma melhor preparação dos alunos para estágios e anos clínicos.

 

  • Workshop de Pequena Cirurgia - AEFML

 

  • Vídeos Pedagógicos - AEFML

Incentivar a utilização de recursos multimédia | Estimulação do desenvolvimento de competências pedagógicas nos discentes que se envolvam na criação dos vídeos, assim como o enriquecimento do seu curriculum vitae | Definir parcerias com as regências das disciplinas para maior facilidade de autorizações para o trabalho e divulgação deste para os professores e monitores. Sabe mais

 

  • 8th AIMS Meeting - AEFML

Evento a decorrer entre 10-12 de março, dirigido a estudantes da área de Saúde, bem como a recém-graduados. Este evento visa proporcionar a oportunidade de ouvir em primeira mão médicos e cientistas de áreas específicas da Ciência Médica, quer através de palestras quer através do contacto um a um com os oradores das palestras. Os estudantes podem desenvolver capacidades médicas e científicas, através de workshops e competições. O projeto possui ainda uma vertente social, com a divulgação de projetos de ação social da cidade de Lisboa e o apoio a uma instituição. Sabe mais

 

  •  AEICBAS Biomedical Congress - AEICBAS

Com a sua 5ª edição em 2017 a decorrer entre 21-23 abril, o V AEICBAS Biomedical Congress consiste num projeto representativo da ideologia de multidisciplinariedade, que esteve na base da fundação do ICBAS, e que pretende unificar as 5 grandes áreas científicas, pertencentes a esta instituição, num só congresso. Caracteriza-se por ciclos de palestras de temas científicos interdisciplinares e transversais, por oradores nacionais e internacionais, e por um programa específico a cada área científica, composto por numerosas palestras e/ou workshops práticos. Existe ainda concurso de posters científicos e/ou clínicos. Por útlimo, os eventos de cariz cultural, como o programa social e Jantar de Gala, completam a agenda. Sabe mais

 

  • O que não aprendes no Harrison - AEICBAS

O que não aprendes no Harrison é um ciclo de workshops realizado ao longo do ano. Nestas sessões pretende-se dotar os estudantes do MIM de conhecimentos teóricos e práticos referentes a técnicas médicas, suplementar a falta de componente prática no ciclo básico do MIM e fazer uma ponte entre os conhecimentos teóricos adquiridos pelos estudantes no seu percurso académico e a sua possível aplicação prática.

Em 2017, foi abordado o tema  Gesso e Talas. Neste caso, houve duas componentes, ocorrendo primeiro uma introdução teórica, onde os estudantes do MIM podem inteirar-se acerca de alguns conceitos importantes para a correta aplicação das técnicas de imobilização. Em seguida, existiu uma componente prática, onde tiveram a oportunidade de proceder à colocação dos gessos e talas.

 

  • Medical Sherlock - Quem matou X? - MedUBI

O Medical Sherlock é uma atividade  baseada em casos clínicos com o objetivo de resolução de um crime em equipa, através dos conhecimentos adquiridos no curso. As equipas assistirão a um primeiro cenário onde se encontra um “cadáver”, sendo-lhes colocado o desafio de descobrirem “Quem matou X?”. Será apresentada uma história inicial com informações acerca da vítima e dos acontecimentos que precederam a sua morte. O percurso é constituído por diversas estações (algumas com recurso a simuladores) relacionadas com diferentes especialidades médicas, onde os estudantes têm que resolver questões de forma a reunir pistas e informações para resolverem o caso.

 

  • MED.WIN 3.0 – A window into medical careers

O MED.WIN 3.0 é a terceira edição de um congresso subordinado ao tema das especialidades e carreiras médicas, direcionado a todos os estudantes de medicina do país, que se constitui por quatro tipos de sessões: a) sessões plenárias, focadas em assuntos como a Nova Prova Nacional de Seriação e o futuro do SNS, que importam a todos os estudantes de medicina; b) sessões paralelas, com a duração de 30 minutos, centradas em cada uma das diferentes especialidades médicas; c)workshops científicos e técnicos, onde os participantes experienciam em primeira mão o dia-dia de um especialista, treinam gestos médicos e cirúrgicos; d) mesas redondas com a participação de médicos internos de diferentes cidades do país. Decorreu de 20 e 21 de maio de 2017.

 

 

 PROGRAMA NACIONAL SECUNDÁRIO DAS ATIVIDADES

 Educação para Todos (ANEM), Programa Nacional de Educação Não Formal-PNENF (ANEM)

 

 

 Estágios Nacionais

 

Enquanto representante dos estudantes de Medicina de Portugal deve a ANEM oferecer aos estudantes que representa formas de colmatar as falhas que sintam na sua formação médica. Desta realidade, surge a necessidade de proporcionar aos estudantes uma experiência de estágio, suficientemente abrangente em termos de tipo de estágio, especialidades e localização geográfica, possibilitando-lhes a escolha do mesmo de forma ponderada e de acordo com as suas necessidades/preferências. 

Consulta AQUI o Plano Nacional na íntegra

 

PROGRAMA NACIONAL PRINCIPAL DAS ATIVIDADES

  • Estágios Nacionais da ANEM - CEMEFs, CEMEFs Insight, CECEFs e VNFs